11 maio, 2011

Urbanidades (VI)



Rue des Mineurs (Liége)

- clique para aumentar -

.

5 Comments:

Anonymous henedina said...

Anjo caído?
Urbanidade mais feia que a anterior.
Esta afirmação é um juízo de valor.
Qdo é que aprendo a não fazer juízos de valor...

12 maio, 2011  
Blogger Windtalker said...

Não há dúvida que os anjos caídos constituem todo um programa!...
Este, em particular, é de uma terna e sedutora perversidade (continuo sem saber explicar cabalmente o que me atraiu nele ...)
Pela minha parte, não há quaisquer espécie de juízos de valor...

13 maio, 2011  
Anonymous henedina said...

Eu ainda não aprendi a não fazer juízos de valor. Mas estou a tentar. Afinal o que nos dá prazer desde que não dê infelicidade a ninguém...o problema é que não somos ilhas e a interacção entre duas pessoas pode magoar uma delas ou outras. Bem o que importa é que a figura é feia, ou pelo menos mais feia que a anterior. Isto é: "sem brisa" a falar :)
Ando a aprender qualquer coisa com este blogue, espero não ficar sábia qdo pretendo ficar sage. Há qualquer coisa de perverso em ser sábio.

22 maio, 2011  
Blogger Windtalker said...

Compreendo a análise distinguindo "le sage" de um sábio. No entanto, na minha percepção, essa diferença não existe. Alguém que do cimo da sua sabedoria a utiliza para, perversamente, dela tirar vantagens, principalmente à custa de outros, nunca será sábio.
Quanto ao prazer: Se encontrarmos interacções problemáticas e antevermos infelicidades quando estamos predispostos a disfrutá-lo, podemos passar à frente e arranjar outro; esse nunca será um verdadeiro prazer.

23 maio, 2011  
Anonymous henedina said...

"Quanto ao prazer: Se encontrarmos interacções problemáticas e antevermos infelicidades quando estamos predispostos a disfrutá-lo, podemos passar à frente e arranjar outro; esse nunca será um verdadeiro prazer."
As vezes (ou quase sempre - ou sempre nos comentários e nem sempre no post :), o "vento" é sensato.
Para além de que "podemos passar à frente"...é, já vi escrito até que desprezo mata os cães.

23 maio, 2011  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home