19 maio, 2011

Distopia






Será que a imagem que temos das realidades que consideramos palpáveis corresponde à representação exacta, concreta, geométrica e metafísica dos universos ou antes, meras projecções aberrantes e distorcidas dos mesmos? (ou será, porventura, exactamente o contrário?)...


Agrada-me profundamente saber que estou num ponto do Universo que necessita ser esticado para o lado de fora, quero dizer : para a minha frente. Se rebentar, é a minha mais profunda aspiração que foi satisfeita!

António Maria Lisboa



6 Comments:

Anonymous henedina said...

"corresponde à representação exacta." Não.
É Portugal que é uma distopia (como lugar "mau").

20 maio, 2011  
Anonymous henedina said...

É Portugal que é uma distopia (como lugar "mau")?

20 maio, 2011  
Blogger Windtalker said...

Portugal é claramente uma distopia!
Se uma distopia é "bom" ou "mau" é tema para alongado debate.
O Portugal distópico não balança entre estes dois pólos mas, antes, entre o "frívolo" e o "mesquinho".

21 maio, 2011  
Anonymous henedina said...

Mesquinho, voto nessa.

21 maio, 2011  
Blogger Solveig said...

never thought about it this way...thanks for the option put in my mind...

15 junho, 2011  
Blogger Windtalker said...

Imagination follows the most strange and unexpected paths...

15 junho, 2011  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home