19 abril, 2010

Starlet




A nortada roçava-se pelos coloridos estendais da Afurada, que espanejavam ao sol, festivos de agitação. O esfuziante turista posicionava-se meticulosamente para as fotografias, pelos melhores e mais deslumbrantes enquadramentos, ora ao longo das baterias de roupa sacudida, ora rodeando as mulheres que mantinham vivo com as sucessivas levas de trouxas, o caos dinâmico do cenário.
Com a tarefa concluída, a velha, chinelo no pé e o neto pela mão, começou a afastar-se. A imagem era forte, os contrastes vincados, a postura austera. E o turista impressionado, recuava na frente do seu caminho na busca de uma enfática e cronológica sucessão de grandes-planos / corpo-inteiro.

- Óó Ruosa!... É c’o alguidar à cabeça... é sentada à puorta de casa... Fuod@-se! Já deve haver fuotos minhas em todos os cantos do mundo!



0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home