04 janeiro, 2010

Operação Ano Novo


- Boa Tarde. Os documentos por favor...

Era o que podia ser considerada uma operação robusta, com bastantes meios no local, uma discreta via de acesso à auto-estrada, nesse dia 2 de ressaca de passagens de ano.

- Importa-se de desligar a viatura - pedidordenou.

Militar jovem, assertivo e educado, com termos de decisão em mostrar serviço.

- É de renting... - passando-lhe para a mão carta, seguro e todos os papeis justificativos, do stand, da alfândega, da locadora, que sei eu!

Vacilou, pestanejou três vezes e readquiriu o controlo.

- Livrete e registo de propriedade?!

- É novo. De Novembro. Por isso é que tenho essas declarações todas...

Aí, olhou para a papelada, para trás em direcção ao jipe, executou uns malabarismos com os documentos e, de novo, aparentou indecisão. Devolveu-me tudo, a monte.

- Importa-se de sair e abrir a mala, para verificar se tem o coelho.

Toda a trama congelou então durante um incomodativo segundo. Arregalei os olhos.

- O coelho?! - quis eu confirmar.

Ele teve um arroubo de rubor e focou o infinito. No banco de trás, a Marta soltou uma gargalhada tipo sopapo. Ele abriu e fechou a boca, tiltou com os globos oculares e conteve a tempo e com muito custo um riso inoportuno.

- Não vale a pena. De certeza que tem tudo em ordem. Obrigado e boa viagem.

- Obrigado, sr. guarda. Bom Ano!

Verificou o tráfego e assegurou o nosso acesso à estrada com a correspondente saudação. Foi uma sorte não ter reparado que a minha carta já perdeu a validade.


.

1 Comments:

Blogger Marta Matos said...

Adoro!! Este é o melhor de todos!

23 abril, 2011  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home