26 novembro, 2009

Kind of Blue (in green)




No jardim, estava calor nessa tarde e o concerto ia mais ou menos a meio.
Após o inicio do tema, um swing fulgurante pelo qual todo o sexteto deixara um rasto de brasas, solava então (género tributo) o sax tenor, em volta de uma qualquer meia noite.
O trompetista, de óculos de aros de tartaruga e chapéu fritadeira, relanceou a plateia, fixou os olhos na primeira fila e com um semblante carregado abanou o indicador direito em modo "limpa pára brisas".
A velhota, de fato verde, óbviamente inadequado à estação, à primeira fez como se não fosse nada com ela. Após repetidas e progressivamente menos discretas admoestações, a idosa embaraçada, debruçou-se, apanhou a mala de mão pousada aos pés da cadeira e desligou o gravador.

.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home