02 outubro, 2007

É preciso não confundir "torcer a porca o rabo" com "ter um parafuso a menos"...

Voo LH0759 : Frankfurt – Singapura

"A especialização, meu caro senhor!... cada vez é mais isso que conta. Só com a concentração de valências e focalizando esforços num único produto é possivel ter sucesso hoje em dia."

"Eeehh, estou a ver..."

"Por exemplo: a semana passada estive em Brasília a assinar um contrato de 110MR. Ao câmbio oficial, claro. Na próxima terça-feira tenho um encontro em Pequim com o Ministro do Comércio..."

"Eia!..."

"Tenho fábricas no Uruguai, nas Filipinas em Angola, um centro de pesquisa na Alemanha e uma filial no Texas. Quanto à parte financeira, SGPS em Zurique e “off-shore” nas Cayman. Tudo isto porque me es-pe-ci-a-li-zei."

"Impressionante..."

"Optimizei métodos económicos de fabricação, arrisquei processos inovadores, os meus investigadores criaram ligas revolucionáris... Sabia que podemos produzir um material que é exactamente idêntico ao aço mas que na realidade é constituido por 10% de zinco e 90% de cartão?"

"A sério!!... e que tipo de produto é que fabrica?"


...vénia ao Franquin e às suas “Ideias Negras”...

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home