25 maio, 2007

Em Busca da Imaginação

"Numa tarde pachorrenta, estando eu entregue ao tédio, a minha imaginação, aparentemente aborrecida por ser ignorada, tirou férias – e nunca mais voltou. Tinha perdido aquilo a que o poeta Wordsworth chamava ”o olho interior”. Ou perdi, ou ficou esquecido algures no mundo natural. Tentei agarrar-me a uns fiapos de memória, mas não eram suficientes. A memória é um chapéu velho; a imaginação é um par de sapatos novos. Tendo perdido os sapatos novos, que resta fazer se não partir à sua procura?"

J. Patick Lewis / Roberto Innocenti © O Ultimo Hotel

Um livrinho luminoso...

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home